Seguro-Viagem

by • December 29, 2007 • Docs, vistoComments (49)414

Print Friendly

Última atualização: 3 de julho de 2012.

Benefícios | Medicamentos e remédios | Obrigatoriedade de Seguro | Como contratar um Seguro

================================
BENEFÍCIOS:

É sempre bom ter um seguro-saúde (ou seguro-viagem) antes de sair do Brasil, isso pode evitar dor de cabeça caso alguma coisa aconteça. A saúde, como em qualquer lugar do mundo, é super cara, ainda mais se tiver que pagar em dólares ou euro… Além disso, sem assistência médica, um imprevisto pode estragar sua viagem e antecipar sua volta, causando mais prejuízos. Em geral, o seguro cobre despesas de translado e até transporte e hospedagem de parentes para auxílio; pode também incluir valores para extravio de bagagem, caso a empresa aérea recuse pagamento.

================================
MEDICAMENTOS E REMÉDIOS

Lembre-se sempre de levar seus remédios que está acostumado. Alguns países não permitem nem a compra de uma aspirina sem prescrição médica. Em geral, pode-se levar medicamentos vendidos sem receita médica em quantidade que seja condizente com a duração da viagem. Pode-se levar na bagagem de mão ou na despachada (porém, se houver extravio da mala despachada, você fica sem remédios). Se possível, leve sempre a receita médica e mantenha todos medicamentos na embalagem original.

================================
OBRIGATORIEDADE DE SEGURO:

Alguns países exigem seguro-viagem obrigatoriamente. Na Europa, o viajante não precisa de visto, em período inferior a 90 dias de visita, conforme diz o Tratado de Schengen, mas podem pedir o seguro-saúde. Alguns países exigem obrigatoriamente a apresentação de seguro. No ponto de entrada na Europa, pode até ser que não peçam nada. Mas se pedirem e não for apresentado, pode haver a deportação.

Exigem: Alemanha, Reino Unido (Inglaterra, Irlanda, Escócia), França , Grécia

Não exigem ou não citam: Itália, Portugal , Hungria

Não informam com certeza: Espanha (o site do Consulado brasileiro em Barcelona diz que precisa, mas o Consulado em Madri não fala dessa exigência), porém precisa ficar atento a outros documentos exigidos pelas autoridades espanholas.

PORÉM, se houver alguma necessidade de tratamento médico com internação, o estrangeiro não fica isento do pagamento de custos. Apenas tem direito ao tratamento emergencial em pronto socorro. Exceto aos países com convênio com INSS, mediante prévia documentação obtida.

Site das embaixadas: http://www.itamaraty.gov.br/o-ministerio/o-brasil-no-exterior

================================
COMO CONTRATAR UM SEGURO:

1) Cartão de crédito internacional. Verifique se o seu cartão oferece seguro-viagem. Se houver, basta comprar sua passagem como cartão de crédito (ligue para a operadora do cartão para tirar esse tipo de dúvida, pois cada cartão oferece benefícios diferentes), em geral aqueles que recebem a designação “platinum” ou similar.

2) INSS: Turistas brasileiros segurados do INSS podem ter assistência médica gratuita em oito países, benefício ainda pouco conhecido no país. Esse direito está previsto nos acordos internacionais de Previdência Social, assinados entre o Brasil e Portugal, Espanha, Grécia, Itália, Uruguai, Argentina, Chile e Cabo Verde. O atendimento é extensivo à família do segurado. (fonte: Portal Consular)

3) AGÊNCIAS. A maior parte das agências de turismo tem alguma empresa credenciada para oferecer o seguro. Informe-se.

Para os EUA, os seguros têm custo reduzido em relação à Europa, isso porque a Europa exige cobertura mínima de 30.000 euros.

EMPRESAS SEGURADORAS:
Assist Card: 0800-176133, www.assist-card.com
GTA Brasil Express: (11) 3258-4511, www.brazilianexpress.com.br
ISIS: (11) 3038-1555, www.stb.com.br
Tourist Card: (11) 3257-8577, www.touristcard.com.br
Travel Ace: (11) 2107-0300, www.travel-ace.com
World Plus: (11) 2144-0044, www.worldplus.com.br
World Nomads (em inglês)

O valor varia com a permanência e o valor da cobertura. Em geral, inclui o extravio de bagagem.

Share on Facebook
Pin It

Related Posts

49 Responses to Seguro-Viagem

  1. Cibele says:

    Boa tarde, vou fazer um cruzeiro de navio de santos para Europa, passando por Portugal, Espanha, Malta, Itália. Depois saio com outro navio saindo da Itália para Grécia, turquia, e Croácia voltando para Itália. Eu sempre fiz seguro, mas como agora vou ficar 30 dias fora com meu marido e meu filho, estou pensando em pegar o certificado do SUS para eu e meu marido e fazer o seguro só para meu filho, minha dúvida é, tem algum desses países que exige seguro que não faz parte do TRATADO DE SCHENGEN? Esse seguro oferecido pelo governo só cobre atendimento medico e hospital em caso de internação? vale a pena ir só com o seguro oferecido pelo SUS, sendo eu uma pessoa que não tenho nenhum tipo de doença pré existente? obrigada
    ===================
    Resposta à pergunta:
    A maioria das companhias que fazem o cruzeiro também oferecem o seguro de viagem. Eles também lhe informariam sobre a documentação exigida.
    Alguns sites na internet também vendem.
    Você receberia tratamento emergencial em qualquer posto de saúde de país estrangeiro, porém não teria tratamento gratuito para internações. Esse seguro é importante, pois cobriria qualquer imprevisto, desde acidentes ou pequenos contratempos, não importa se seu histórico de saúde é bom.
    O INSS não tem convenio com todos países europeus. No seu caso tem para Portugal, Espanha, Grécia e Itália.

  2. marcio nader says:

    Ola a 4 anos e meio fui expulso da Espanha por esta ilegal no pais,com isso sem direito de entrar na comunidade européia por 5 anos, mas me casei com uma pessoa que tem dupla cidadania portuguesa, minha pergunta e. Se eu for pra Portugal este mes a possibilidade de eu ser barrado na minha entrada mesmo sendo casado com uma européia ?desde de já Obrigado.
    ==================
    Resposta à pergunta:
    Nunca fiz a entrada por Portugal.
    Se vc fizer a escala em algum país, teria menos chance de ser barrada, muitos países não fazem controle eletronico de entradas, mas não sei dizer quais fazem ou não

  3. Warribe says:

    Oi,
    Estou indo pra Espanha pra passar 6 meses e preciso de visto. Uma das exigências para o visto é já telefonei para umas 10 cia de seguro-viagem perguntando se os planos que cobrem USD 50mil são aceitos pelo tratado de Schengen e os atendentes sempre disseram que sim, mas estou com medo de ter o visto negado.
    Posso confiar nos atendentes?
    Att.

    ================================
    Resposta à pergunta:
    Você vai tirar um Visado nacionale. Não precisa de seguro para visto, é o que consta na listagem de documentos exigidos, exceto para visto de ESTUDO.
    2.- VISADOS
    2.1.- NORMAS PARA SOLICITAR VISADO:
    • Siga cuidadosamente las instrucciones del impreso de DOCUMENTACIÓN NECESARIA.
    • NO MARQUE CITA para solicitar el visado. SE DEBERÁ PRESENTAR DIRECTAMENTE en ESTE CONSULADO.
    • El LISTADO DE VISADOS APROBADOS se actualiza periódicamente. Las DENEGACIONES de visado SE NOTIFICARÁN POR ESCRITO a los solicitantes.
    • El visado está sometido a la correspondiente TASA CONSULAR. En caso de denegación la tasa consular NO SERÁ DEVUELTA.
    • El VISADO es SÓLO UNO DE LOS REQUISITOS necesarios para efectuar la entrada en España. A este respecto, es MUY IMPORTANTE TENER EN CUENTA los anteriormente citados
    REQUISITOS DE ENTRADA A ESPAÑA Y LA NORMATIVA GENERAL DE VISADOS que podrán ser exigidos por las Autoridades Fronterizas.

    ——————————————

  4. Júlia says:

    Boa tarde, vou em novembro para Espanha morar por um ano lá por conta de estudos de pós-graduação. Como faço para ter esse seguro de saúde do INSS? Quais são os requisitos? Obrigada!
    ====================================
    Resposta à pergunta:
    Em departamento nacional de auditoria ligado ao Ministério da Saúde, tem que preencher um formulário.
    Leia instruções (Doc – Portal Consular do Governo Brasileiro)

  5. Maura says:

    Olá!!Vou visitar meu filho(por 40 dias) que tem dupla cidadania na Inglaterra,quero saber se posso fazer um seguro viagem de menor valor ,tipo de US 10.000,pois este país acho que não pertence ao Tratado de Schengen e para visitar Portugal pego aqui o do INSS que tenho direito.Obrigado e peço confirmação se estou certa.
    ==============================
    Resposta à pergunta:
    Na realidade, o tratado de Schengen não prevê o seguro, isso é exigência de cada país.
    Não precisa seguro-saúde para entrar na Inglaterra, embora o seguro seja uma precaução adicional para sua viagem, uma vez que o Reino Unido não tem assistência gratuita para estrangeiros.
    Você deve ainda verificar documentos adicionais que podem ser solicitados ao entrar:
    http://www.ukba.homeoffice.gov.uk/visas-immigration/visiting/family/

  6. Michael says:

    oi. estou indo pra frança em setembro. nunca viajei antes, entao estou meio perdido em relação ao assunto de seguro viagem. irei ficar 1 ano lá como estudante bolsista da capes. estou comprando seguro saúde para 2 meses, chamado assist internacional 30, pois penso que posso comprar lá um seguro saúde frances ou se existir um plano de saúde frances. Com isso, eu posso ter problemas na imigração?
    ================================
    Resposta à pergunta:
    Sim, poderia. Veja, ainda, se é possível mesmo contratar lá, pois a maioria dos seguros-viagem NÃO PERMITE contratação no próprio país da viagem.

  7. Michael Monteiro says:

    Estou indo para a Espanha em outubro e gostaria de saber onde conseguir a declaração de beneficiário do INSS.
    ==========================
    Resposta à pergunta:
    Em departamento nacional de auditoria ligado ao Ministério da Saúde, tem que preencher um formulário.
    Leia instruções (Doc – Portal Consular do Governo Brasileiro)

  8. ANA DELIA DE A FERREIRA PINTO says:

    Vou viajar com a família (3 pessoas) para a França de 03 a 26/07/2012 – comprei as passagens no AMEX – tenho que comprar esse seguro viagem…
    ========================================
    Resposta à pergunta:
    Ligue para a Amex, cada cartão é diferente

  9. Stefania says:

    Olá!
    Vou cursar um mestrado em Portugal a partir de setembro/2012, mas nunca contribui com o INSS pois era contratada sem carteira de trabalho. Quanto tempo de carência eu preciso para conseguir o benefício? E no caso de a minha mãe (que vai responder como minha responsável financeiramente) adquirir minha passagem com o cartão de crédito dela, eu recebo a cobertura ou não?
    Ano passado fizemos uma viagem de 20 dias por vários países da Europa, e comprando as passagens desta forma, não
    pediram nenhuma documentação.
    obrigado!

    ====================================
    Resposta à pergunta:
    Se você vai ficar mais de 3 meses em Portugal, como parece, você provavelmente deve ter solicitado um visto ao Consulado. Caso não tenha feito, verifique como fazê-lo. O seguro-viagem só seria cobrado para quem não tem visto, conforme o tratado de Schengen, para estadias inferiores a 3 meses,
    O requisito para assistência pelo acordo a segurados do INSS basta que seja segurado e preencher um formulário próprio no INSS.
    Depois, tem que regularizar em Lisboa ou em local apropriado http://www.consuladoportugalrj.org.br/readarticle.php?article_id=10
    Quanto à cobertura por cartão de crédito, serve apenas para o Tratado de Schengen (até 3 meses) e apenas a operadora do cartão pode lhe falar (basta ligar no número do verso do cartão). Em geral, apenas o titular do cartão é beneficiário.
    Pode até ocorrer de não pedirem a documentação. Mas é obrigatório para pessoas sem visto e caso seja solicitado e não apresentado, pode haver recusa de entrada no país. Além disso, é mais seguro para você mesma ter uma assistência de saúde, pois as internações são muito caras.

  10. fernanda says:

    Olá,
    Vou estudar 5 meses na argentina este ano e necessito do seguro saude. Eu já pago INSS há um ano. Eu posso conseguir com eles esse seguro? Como faço?
    Att

    ==============================
    Resposta à pergunta:
    Pode, mas não é automático, precisar ir até o posto de INSS e preencher formulário proprio para pedir a assistência médica nos países com acordo bilateral (a Argentina é um deles).
    Porém, essa assistência é apenas em postos de saúde público, não serve para hospitais e clínicas particulares.

  11. Philipe says:

    Olá,
    vou para Cannes, França, participar de um festival na próxima terça-feira (15/05) e lá permanecerei por 15 dias, mas há um problema: meu passaporte vence no dia 08 de outubro desse ano, e não conseguí renová-lo. São grande as chances de que eu seja barrado por isso?! E o seguro viagem, sou obrigado a adiquirí-lo, mesmo permanecendo por tão poucos dias?
    Grato.

    ==================================
    Resposta à pergunta:
    Acho que não seria barrado por isso, mas a França pede validade de passaporte de 6 meses para Turismo. No seu caso, pode ser que peçam a passagem aérea de retorno para comprovação. Não há, contudo, garantias de que não seja solicitado a validade de 6 meses (o Schengen pede 3 meses, mas cada país pode fazer uma exigência diferente). Isso se o seu vôo for direto para França, pois outros países de entrada na Europa podem fazer exigências diferentes.
    http://www.ambafrance-br.org/Formalidades-na-chegada-a-Franca

  12. ROGERIO MOREIRA says:

    Estarei indo em Setembro 2012 a algumas cidades da Italia num total de 15 dias mas antes passo por Londres algumas horas. Estarei indo com meu pai (84 anos) e tenho visto que os preços de seguro nessa idade estão um absurdo as vezes quase o preço de uma passagem aérea de ida e volta.
    Para esses países (Inglaterra e Italia) é realmente obrigatório fazer seguro viagem? Há alguma outra forma de conseguir alguma outra documentação pelo INSS e qual o documento que poderia auxiliar nesse processo? Aguardo contatos.

    ================================
    Resposta à pergunta:
    (Com atraso em razão de férias)
    Itália pode pedir um documento no INSS. Na Inglaterra dificilmente perguntariam sobre o seguro, já que você não ficaria na cidade.

  13. Marcelo says:

    Olá, eu e minha esposa viajaremos para a Europa dia 03/05/12, entraremos por Madri e faremos tb Barcelona, Lisboa e Paris. Minha dúvida em relação ao seguro-viagem e seguro-saúde Schengen: comprei nossas passagens aéreas com meu cartão internacional Visa Platinum. Convivemos na mesma casa, há 2 anos, porém não casamos “no papel”. Temos uma relação de União Estável, mas sem qualquer tipo de documento oficial. Vc saberia me informar que tipo de comprovação é aceita no caso de precisar utilizar os seguros? Ou ela teria q contratar um seguro a parte? Obrigado.
    ======================================
    Resposta à pergunta:
    O cartão de crédito pode te informar isso (o banco precisa emitir um certificado que permite você usar lá fora). Apenas a empresa do cartão poderia esclarecer se sua companheira pode ser beneficiada ou não pelo certificado. É possível que a Espanha solicite a comprovação do seguro saúde também.
    Do contrário, recomenda-se uma viagem mais tranquila com um seguro.

  14. Gustavo Pessôa says:

    Eu e minha esposa viajaremos no inicio do mes que vem para a França, e pretendemos ficar lá uns 6 dias, depois dar um pulo na Inglaterra uns 2 dias e terminar na Italia mais 6 dias. É obrigatorio o seguro em quais desses paises? Como proceder em relação a Inglaterra que não faz parte do tratado? Há de apresentar quantidade de euros por dia ou só mostrar o cartao internacional ja basta? No aguardo da reposta ansiosamente, gratos!!!
    =================================
    Resposta à pergunta:
    O Seguro vai depender do primeiro país de entrada na Comunidade Européia (os demais não farão controle de imigração). A França exige.
    http://saopaulo.ambafrance-br.org/spip.php?article435
    O seguro não é só uma exigência: é uma segurança a mais para você. Ainda mais se você vai se deslocar por vários países. Isso porque estrangeiros não tem direito à internação gratuita ou consultas médicas (fora de emergência). O seguro deve abranger a totalidade do período até a saída da comunidade européia.
    A quantidade de euros é fixada em dinheiro espécie para cada país, mas eles aceitarão também o cartão de crédito.
    Um último detalhe: se o seu vôo fizer escala em outra cidade antes de Paris, precisará pegar um carimbo da imigração em Paris também, procure um posto para saber onde carimbar seu passaporte. Isso porque as autoridades do Reino Unido poderão questionar de onde vocês saíram (ao chegar na Inglaterra e também ao sair).

  15. Kenia Dias says:

    Boa noite,estou de viagem para portugal dia 27,mas sou casada aqui no brasil com um portugues mas ainda nao adquiri meus documentos portugues,tenho passagem de ida e volta,e estou so com minha certidão de casamento em mãos carimbada pelo consulado Portugues aqui no brasil,vou levar meus filhos tbm para conheçer a familia do meu esposo mas sera necessario seguro de viagem?E sera k nao terei problemas pelo fato de ter só a certidão de casamento é necessario ele me mandar um termo de responsabilidade?Ele vai estar me esperando no aeroporto,espero resposta urgente me ajude..Obrigado
    ================================
    Resposta à pergunta:
    O seguro não é obrigatório em todos os países. Para turismo inferior a 90 dias não precisa (comprovar pela passagem de volta).
    Mas se você pretende regularizar sua situação lá, então precisa dos documentos que são necessários para pedido de Visto, incluindo o seguro saúde (apenas exigido para visto).
    Esse seguro seria substituído por uma certidão do Ministério da Saúde do Brasil, caso você seja segurada do INSS.

  16. Claudia says:

    Olá ,tenho cidadania e passaporte italiano ,vou com meu marido p holanda e inglaterra durante 10 dias ,ele só tem passaporte brasileiro,ele precisa do seguro de viagem?Obrigado
    ============================
    Resposta ao comentário:
    A exigência varia a cada país, não sei te dizer como é em cada um. Mesmo quem tem cidadania européia, só consegue internação com uma carteira especial.
    Você deve pensar que o seguro-viagem é uma garantia a mais para uma viagem tranquila, tanto para você como para seu marido.

  17. Shirlene says:

    Olá, estou indo para Israel no domingo,já está tudo certo! Mas faço conexão em Roma e descobri esse tratado de Schengen, fico em Roma somente 5h é necessário seguro viagem? Muito obrigada.
    ===============================
    Resposta à pergunta:
    Não creio que te pediriam.

  18. Martina says:

    Boa tarde!
    Tenho cidadania italiana e pretendo passar 1 ano na Irlanda e Inglaterra.
    Eu sei que não sou obrigada a fazer o seguro, mas caso eu fique doente em um desses lugares, eu serei atendida de graça ou teria de pagar?
    Muito obrigada!

    ====================
    Resposta à pergunta:
    Você teria que ter um cartão chamado EHIC para obter internações.
    Para emergência, sem internação, qualquer estrangeiro teria atendimento gratuito.

  19. Carla says:

    O seguro saúde é obrigatório para entrada nos EUA, em caso de viagem de turismo/negócios?
    =========================
    Resposta à pergunta:
    Nos EUA não há seguro-obrigatório. Mas, se ocorrer qualquer coisa, até dor de dente, você vai precisar pagar particular, que é muito caro. Não tem “SUS” para estrangeiros. Para os mais prevenidos, compensa gastar um pouco mais para ter uma viagem tranquila.
    O seguro-viagem ainda cobre perda de mala e até eventualidade de perda da viagem.

  20. Gustavo says:

    Olá,
    Sou brasileiro e estou passando seis meses no México. Nao fiz um seguro viagem quando saí do Brasil, porém necessito faze-lo, pois nao posso ficar aqui sim. Existe a possibilidade de requerer o seguro viagem quando a pessoa está fora do país de origem?
    Obrigado
    Gustavo

    =========================
    Resposta à pergunta:
    Sim, dá para fazer até pela Internet, como a World Nomads, ou entrar em contato com uma agência de turismo de sua cidade e fazer um depósito bancário ou pagar com cartão de crédito – precisa ser uma agência de confiança.
    Como você já está fora, leia bem no sites sobre cláusulas de pré-existência de doença, se estariam também abarcados em seu seguro. Como é fácil verificar que você já estava aí, as seguradoras irão logo alegar que se tratava de uma ocorrência anterior à viagem.

  21. marta says:

    irei a holanda em maio de 2012. Gostaria de saber o valor do seguro saúde.obrigada
    ===========================
    Resposta à pergunta:
    Você pode cotar o valor por qualquer agência de turismo e fazer lá também. O preço varia conforme o câmbio do dia e conforme a duração de sua viagem.
    Para saber mais, faça ima simulação em http://www.travelace.com.br/site/
    Deve ser adicionado o dia da ida (mesmo se for vôo à noite) e acrescentado o dia da volta (mesmo que seja inteiramente no Brasil), pois o seguro cobre outras coisas de sua viagem também.
    7 dias: US$ 77,00 dólares
    15 dias: US$139,00 dólares
    22 dias: US$200 dólares

  22. Marcell says:

    Olá, estou indo pra Europa em dezembro, e pretendo passar por diversos países, como Alemanha( Ida e volta pelo aeroporto de Frankfurt) República Tcheca, Áustria, Eslováquia, Inglaterra, França, Bélgica e Holanda. Um total de 50 dias. O seguro viagem é necessário? Qual seguro me recomenda que seja válido pra todos esses países? Preciso ter todas as estádias já reservadas? O que irão me exigir ao chegar ao aeroporto?
    Obrigado!

    ============================
    Resposta à pergunta:
    O seguro-saúde poderia ser cobrado no primeiro ponto de entrada da Europa (no caso, Frankfurt). Depois, só haverá cobrança novamente se você for sair de um país fora da Comunidade Européia. Quando há conexões de vôos, raramente pedem qualquer comprovante no primeiro aeroporto, mas não se pode garantir.
    Se você ficar na Alemanha iniciando em Frankfurt, será mais provavel de te fazerem perguntas ou pedirem comprovantes.
    Em quase todos países da Europa, excetuado poucos como Reino Unido, você deve atender às regras do Tratado de Schengen.
    Site da Embaixada da Alemanha:
    http://www.brasil.diplo.de/Vertretung/brasilien/pt/05__Rio/Visa/Aufenthalt__bis__90__Tage.html
    Nestes casos, mesmo não necessitando de visto, o viajante deverá estar munido dos seguintes documentos: passaporte válido, cuja validade ultrapasse 3 meses o período de permanência previsto, passagem de ida e de volta, comprovante de recursos financeiros (p.ex. cartão de crédito internacional, cheques de viagem, divisas etc.), seguro-saúde com cobertura de no mínimo 30.000 Euros com validade em todo território Schengen e vigente por todo período de sua permanência. Na chegada à Alemanha poderão ser exigidos ainda outros documentos. Se houver suspeita de que a estadia como turista será utilizada para atividades ilegais, a entrada no país poderá ser impedida.
    Todavia, devo ressaltar que, em razão de sua longa viagem e ter muitos países, é recomendável você ter um seguro, independentemente de qualquer exigência governamental. Isso porque o custo de saúde nesses países é altíssimo e você teria uma tranqulidade a mais.
    A Worldnomads cobra $196 dólares para os 2 meses.

  23. anderson says:

    Boa Tarde, no fim do mês de novembro de 2011 estarei indo pra Suíça, ficarei 35 dias, farei conexão em Madrid – Espanha, vou ficar na casa de um amigo que é cidadão europeu,e o mesmo enviará pra mim uma carta convite, minha pergunta é a seguinte: o que preciso para entrar sem problemas na Suíça, eu preciso do seguro viagem, já que a Suíça não exige? quais documentos e valores exigirão? desde já muito obrigado e aguardo retorno.
    =========================
    Resposta à pergunta:
    Esses requisitos são cobrados no primeiro ponto de entrada na Europa, ou seja, a Espanha. A Espanha está dentro da área do Tratado de Schengen, que tem os requisitos de entrada de estrangeiros sem visto. Passaporte com mais de 6 meses de validade, comprovante de passagem de volta, comprovante de alojamento, seguro-saúde, e comprovante de meios financeiros.
    Às vezes eles cobram, outras vezes não cobram, é imprevisível. Você poderia fazer um seguro de uma semana, no caso de alguém perguntar.
    Valores em espécie muitas vezes não exigem, quando muito eles perguntam quanto dinheiro você está levando (mas eles não vão contar as cédulas).

  24. Elisabeth Brandao says:

    Quero obter um visto permanente para Portugal e preciso saber como adquirir um seguro viagem para um ano, pois é um dos requisitos para se pleitear o visto.
    É possivel obter o seguro para um ano sem ter ainda comprado o bilhete?
    Grata

    ================================
    Resposta à pergunta:
    O visto de residência não tem requisito do seguro. O Seguro é apenas para o visto temporário.
    Se for segurado do INSS, há um acordo bilateral entre os dois países, podendo ser pleiteado uma declaração no INSS. Caso não tenha, deve ser contratato. Não é necessário bilhete para a contratação.

  25. Matheus says:

    Olá, sou estudante brasileiro e resido na Irlanda há 6 meses. Meu visto expira em abril do 2012. Em novembro vou para Eslováquia e para Espanha. Preciso apresentar seguro saúde na imigração dos aeroportos desses países? Lembrando eu adquiri o seguro médico e que já estive na Inglaterra, Itália, Noruega, suécia e França e nunca me requisitaram nada além do passaporte, na França sequer passai por imigração na entrada (acredito que essas coisas ocorreram porque os vôos eram dentro da União Européia). Agradeço a atenção…
    =================================
    Resposta à pergunta:
    Transitando dentro da Comunidade Européia, não será necessário.

  26. Gabriel says:

    Boa tarde vou para ibiza em setembro ganhei a viagem, o que eu vou precisar?tenho q ter seguro? declarar dinheiro?tem quantidade especifica paralevar? eu tomo remedio tenho q declarar eles? obrigado,nunca sai do brasil.
    =========================
    Resposta à pergunta:
    Você precisa:
    # Passaporte válido por pelo menos 6 meses; # Documento comprobatório de um estabelecimento de hospedagem ou carta-convite de um particular,
    # Confirmação da reserva de um pacote turístico, com o itinerário; # Passagem de retorno ou para o local onde a viagem terá prosseguimento.
    # Meios de custear 60 euros por dia por pessoa e, para todos os casos, um mínimo de 540 euros por pessoa (eles pedem em dinheiro, mas parece que aceitariam um valor menor acompanhado de cartão de crédito internacional). # comprovante de alojamento ou carta convite # Seguro-saúde ou documento obtido do INSS (específico para a viagem).

  27. Tobias says:

    óla! eu gostaria de fazer algumas perguntas por favor aguardo sua resp.
    No proximo dia 4 de outubro estarei indo passar ferias na espanha na casa de amigos por 21 dias, eu ja tenho passagem de ida e volta e como vou ficar na casa deles tenho uma carta-convite para comprovar o alojamento.
    minha duvida e a seguinte: eu sou funcionario publico aqui no brasil, portanto sou beneficiario do INSS, mesmo com isso tenho que contratar um seguro de viagem? e tbm tenho que levar a quantidade de dinheiro que eles solicitam mesmo me hospedando na casa de amigos?
    agradeço desde ja e aguaro resp.

    ============================
    Resposta à pergunta:
    Pelo INSS, só com um documento obtido lá no INSS. O seguro-viagem é uma garantia de viagem tranquila, se te acontecer de você precisar assistência médica gratuita. Não pense na exigência do governo europeu, mas na sua tranquilidade. O valor do seguro não é alto e compensa. Você pode fazer no Brasil, em qualquer agência de turismo. Caso comprou passagem aérea com cartão de crédito, ver se o seu cartão dá direito ao seguro. E também pode fazer pela internet: http://www.worldnomads.com
    A quantidade de dinheiro usualmente não é exigida, mas você deve ter algum dinheiro além de cartão de crédito.

  28. Cátia says:

    Olá irei para espanha em setembro com companheiro. ele tem nacuionalidade portuguesa e passaporte portugues. Ele precisa do seguro??
    Att, Cátia
    ====================
    Resposta à pergunta:
    Se ele entrar como cidadão da comunidade européia, não vai precisar. Mas a entrada da Imigração é diferente da sua, só fiquem atentos para não entrarem em locais errados.

  29. Adriana Colmenero says:

    Boa-noite. No próximo dia 29 eu, meu pai e minha mãe vamos fazer uma viagem para a Espanha de 30 dias. Eu tenho dupla cidadania, inclusive passaporte espanhol. Meu pai é espanhol e minha mãe é brasileira. Qual de nós precisa do seguro-viagem?
    =========================================
    Resposta à pergunta:
    Só sua mãe precisaria de seguro-viagem, mas lembre-se que vocês teriam que entrar por diferentes portões de vistoria: vocês vão para a entrada da Comunidade européia e ela vai até a fila dos estrangeiros. E também não é só isso, há outros requisitos (comprovação de dinheiro para gastos ou cartão de crédito, comprovante de passagem de volta, passaporte com mais de 6 meses de validade remanescente, etc…).

  30. Fernanda Correia says:

    Olá,
    Vou com minha filha para Portugal em Janeiro de 2012, sou filha de português, mas, ainda não possuo a dupla nacionalidade. No meu caso é obrigatorio fazer o seguro-viagem?
    Att.
    Fernanda

    =======================
    Resposta à pergunta:
    Sim, seria obrigatório, exceto se você pedir uma declaração no INSS, de acordo com um convênio entre Brasil-Portugal.
    Há outros requisitos também (passagem de volta, comprovante de hospedagem, comprovação de meios de subsistência no período) e só vale para estadias máximas de 90 dias.
    É verdade que, dependendo da cara da pessoa, eles não pedem comprovação nenhuma…
    Mas, de qualquer forma, seguro-viagem compensa em relação ao custo de um eventual gasto médico.

  31. Marina says:

    Oi..vou para a França dia 16 desse mês e ainda não fiz o seguro de viagem, tentei pela World Plus, mas era preciso ter uma espécie de indicação do colégio ou faculdade, não entendi isso, mas enfim, estava procurando outras empresas e fiquei confusa se posso comprar um seguro que elas oferecem de US$50.000, sendo que vi que para europa deveria ser 30mil euros. Você sabe me informar se dá na mesma? Obrigada.
    =================================
    Resposta à pergunta:
    A maioria das empresas oferecem um seguro específico para a Europa (já com apólice de 30mil euros). O melhor é você ir até uma agência de turismo e lá eles te mostram as opções.

  32. Silvia says:

    Olá,
    estarei em um Congresso na Espanha. Viajo dia 4 de junho. Gostaria de obter informações sobre o seguro obrigatório. Ficarei lá durante 7 dias…
    =====================================
    Resposta à pergunta:
    Indo para qualquer agência de viagem ou verificando com seu cartão de crédito (alguns oferecem esse serviço gratuitamente), você compra o seguro que atende os requisitos da Europa. Qualquer estrangeiro de país signatário do Tratado de Schengen deve ter seguro viagem, obrigatoriamente, bem como meios de comprovar a estadia, passagem de volta e passaporte válido por pelo menos 6 meses.

  33. Cristina says:

    Olá! Vou para a Espanha com meu marido que é espanhol passar 30 dias. Eu tenho passaporte brasileiro e o livro de familia espanhol (preciso levar o original?). Ele tem passaporte espanhol. Quem precisa de seguro Schengen?
    Agradeço desde já.

    ================================
    Resposta à pergunta:
    Não sei o que é “livro de família espanhol”… ele serve como documento de identificação? Se o seu documento oficial de viagem é o passaporte, então você precisa do Seguro de viagem, ou uma declaração do INSS (que deve dar mais trabalho do que pagar o seguro), além da comprovação dos demais requisitos do Schengen. A única forma de você não precisar comprovar esses requisitos é se você tiver o visto de visitante ou permanente, já que você é casada com um europeu – você deve buscar essas informações com o Consulado da Espanha.
    Ele não precisa, mas você entram por locais diferentes na imigração. Ele vai direto na fila de residentes da União Européia, enquanto você entra na fila dos estrangeiros e residentes fora da UE.

  34. Antonio Oscar says:

    Vivo no Brasil, mas tenho carteira de identidade Portuguesa e passaporte atualizado. Pretendo viajar para a Europa e girar pela Espanha e França, sou obrigado a ter o seguro Shengen? embora a recomendação para minha segurança é que eu o tenha correto ? Grato
    ===========================
    Resposta à pergunta:
    Se vc pode entrar com a carteira portuguesa, então não precisa do Seguro (não sei exatamente como funciona para cidadãos da comunidade européia, se entra por uma fila especial da comunidade, se precisa só de identidade ou necessita o passaporte.).
    Mas, para sua segurança, sim, recomenda-se um seguro.

  35. Laura says:

    Olá,
    Vou à Holanda, França e Inglaterra consecutivamente no próximo mês. Destes, a exigência do seguro saúde é somente para Holanda e França. Alguns seguros são cobrados pelo período, então posso fazer o seguro somente para os dias que ficarei nos 2 primeiros países?
    Agradeço o espaço e aguardo respostas!
    ================================
    Resposta à pergunta:
    Poderia, mas o seguro-viagem serve justamente para precaver em caso de alguma situação de emergência. Sou da opinião que todo viajante deveria ter o seguro-viagem. Não compensa economizar com pouco quando se trata da saúde.

  36. rita renzi says:

    Boa tarde,
    Eu tenho cidadania italiana. Preciso de seguro viagem para viajar para a Italia e Espanha?
    Obrigada
    Rita Renzi
    ======================
    Resposta à pergunta:
    Não precisa.

  37. graziane says:

    Gostaria de tirar uma dúvida.. irei para europa agora em Maio, tomo anticoncepcional injetável e infelismente irei precisar tomar provavelmente em Londres.. Gostaria de saber se consigo embarcar com a seringa sem problemas e se preciso levar a receita médica em inglês.. è uma receita comum mesmo? ou o médico tem que escrever alguma coisa falando que precso tomar no dia tal?
    No aguardo,
    Graziane
    ==============================
    Resposta à pergunta
    Seringa não pode entrar na mala de bordo, mas você pode colocar na mala despachada.
    O remédio pode carregar na sua bolsa mesmo, não tem problemas. Mantenha na embalagem “blitz” (plástica) ou mesmo na caixa. Receita médica seria o indicado (em geral, o médico faz indicação do remédio e da dosagem).

  38. Icienene says:

    Obrigada por a resposta. Mais meu filho esta la na espanha entao eu gostaria saber si na imigraçao eu posso mostrar o livro de familha junto com os outros documentos. Vou entrar por lisboa. Beijo
    =============================
    Resposta à pergunta:
    Você ainda será considerada estrangeira para todos os efeitos de imigração.
    Se for ficar mais de 3 meses, precisa de visto.
    Leia mais informações da Embaixada da Espanha
    E do Consulado.
    A única coisa que você pode não precisar comprovar é de hospedagem, se apresentar uma carta-convite. Mas ainda deve comprovar os outros requisitos, se lhe forem solicitados.

  39. Aline says:

    Olá,
    Vou ficar um ano estudando na França. Queria comprar um seguro que cobrisse apenas os primeiros dias,para passar na imigração no aeroporto, e adquirir depois um seguro para estudante em Paris. Isso é possível? Obrigada!
    ========================
    Resposta à pergunta:
    Não tem como obter esse seguro estudantil antes de sua viagem? O ideal seria até obter esse para todo o período.
    Afinal, no caso de te exigirem o seguro (o que é difícil), seria ainda mais estranho ter somente para poucos dias…

  40. Alessandra says:

    lPreciso de uma orientação.
    Eu , meu marido , meu sogro e meus dois filhos estamos viajando para Europa agora em abril. vamos pela TAP Salvador X Lisboa(conexao)X Roma. Iremos tb passar 3 dias em paris.
    Minha dúvida é a seguinte; Todos nós temos passaporte Italiano, excento meu filho de 13 anos, pois apesar dele já ter a cidadania, o consulado atrasou a enrega do seu passaporte, não tendo mais tempo de entregar para ele viajar. Portanto ele so tem o brasileiro.
    Eu e meu marido podemos entrar na comunidade europeia com o passaporte Italiano , e meu filho apresentar o brasileiro(pergunta). Isso pode causar algum questionamento(pergunta).
    ou seria melhor já que ele esta sem o Italiano, todos entrarmos com o Brasileiro.
    Estou aguardando uma ajuda de vocês.
    Alessandra
    ===================================
    Resposta à pergunta:
    Um adulto tem que acompanhar ele na entrada da imigração.
    De qualquer forma, se a intenção era economizar tempo para entrar, isso não vai mais servir, porque vocês teriam de esperá-lo mesmo.

  41. thiago says:

    Olá,
    vou fazer uma viagem para a Espanha de 10 dias (tendo uma parada em Londres). Acredito que meu cartão não oferece seguro-viagem para a compra da passagem.
    Qual é a diferença entre seguro de vida, seguro saúde e plano de saúde? O que eu de fato preciso? Como conseguir o que preciso? Toda essa documentação será verifcada em Londres (haverá uma parada no aeroporto de 2 horas) ou em Madri (meu destino final)?
    Agradeço o espaço e aguardo respostas
    =============================
    Resposta à pergunta:
    O correto é seguro-viagem com seguro-saúde – ou seja, cobertura para tratamento médico em caso de emergência – com apólice de 30 mil euros de cobertura.
    É um requisito do tratado de Schengen (que deixa os brasileiros entrarem sem visto).
    Pode ser que nem te peçam nada… vai de cada fiscal… mas se te pedirem e você não tiver, aí pode ser barrado e deportado. Podem pedir tanto na Espanha como em Londres. Ou não pedirem em lugar nenhum…
    O seguro-viagem é mais amplo que um seguro-saúde, porque tem outras coberturas como seguro para perda bagagem (alguns, não todos), repatriação em caso de falecimento (também requisito do Schengen), transporte para parentes em emergência, etc.
    (Obs: seguro de vida é em caso de morte, para seu beneficiário ganhar um $$$ se vc falecer. Em geral não cobre despesas médicas, mas pode até existir algum que cubra. Plano de Saúde é assistência médica, que pode até servir se tiver cobertura internacional. Em geral, planos de saúde no Brasil não tem cobertura internacional.)
    O seguro-viagem é oferecido por cartões de crédito internacionais Platinum e Black. Você também pode contratar em qualquer agência de turismo.

  42. Icienene says:

    Olá olha eu sou brasileira e atualmente estou no brasil, tenho um filho espanhol e quero voltar esse ano pra espanha. Minha pregunta es: terei problemas de ser deportada tendo todos os documentos e o livro de familha espanhol dele? Obrigada.
    ========================
    Resposta à pergunta:
    O problema não é documentação dele, se ele é espanhol ele entra.
    O caso seria com você, pois o tratado de Schengen que nos isenta de visto demanda outros requisitos (passaporte com pelo menos 6 meses de validade; passagem aérea de regresso; seguro saúde de 30000 euros exceto se houver prévio pedido no INSS; dinheiro para gastos; etc…).

  43. André de Castro says:

    Eu e minha esposa viajaremos para Holanda, Inglaterra e França em março/2011. Fiz a compra pelo meu cartão de crédito Amex, que oferece a Carta Schengen. Pelo que percebi, a Carta não cobre a minha estadia na Inglaterra. É isso mesmo? Se for assim, posso viajar com a Carta e mais um seguro só para o prazo que vou ficar na Inglaterra?
    ============================
    Resposta à pergunta:
    É só mencionar para a operadora do cartão que você estará na Inglaterra de data X a Y, eles irão emitir um certificado válido para lá também.

  44. Gilmar Bergamin says:

    Ok.
    Seguro de vida cobre no exterior.
    Que fazer então para plano de saúde?

    ========================
    Resposta à pergunta:
    Seguro de vida não é o mesmo que plano de saúde – a não ser que tenha apólice para gastos médicos até 30mil euros. Se não houver, precisa de uma apólice que assegure 30mil euros de cobertura médica e repatriação. Há empresas no Brasil que fazem tal seguro, cujo valor depende da idade (até 70 anos é mais barato) e da estadia. Por exemplo, 2 meses de estadia para viajante com menos de 70 anos é cerca de R$400.
    Quando se compra a passagem com cartão de crédito internacional, há muitos cartões que oferecem esse seguro de forma gratuita.
    O seguro internacional é exigido para estadias até 90 dias (Superior a 90 dias precisa de visto), conforme tratado de Schengen.

  45. Gilmar Bergamin says:

    Boa tarde.
    Vou para Itália fazer minha cidadania. Sou militar da aeronáutica aposentado; nunca descontei INSS…
    Tenho plano de saúde da aeronáutica e seguro de vida da POUPEX (Exército)
    Isto vale?
    ========================
    Resposta à pergunta:
    Não, a não ser que você comprove que o plano atende o exterior.

  46. barbara says:

    olá, tinha que ir para itlalia 08/12, mas não me lembrava do seguro, minha mãe tem nacionalidade italiana,é casada lá e tem residência. eu preciso mesmo do seguro? obrigada e aguardo respostas.
    ==================================
    Resposta à pergunta:
    Quando você entrar na Europa, passará pela imigração no primeiro ponto de parada (não necessariamente a Itália, exceto se o vôo for direto). Não há como o ponto de imigração saber se você tem ou não parentes no país. Eles não saberão e não terão como certificar a veracidade da informação. É incomum a Itália barrar brasileiros sem seguro, mas não se pode afirmar com certeza (leve uma cópia do documento de sua mãe como cidadã italiana).
    Se quer evitar complicação (muitas vezes eles não pedem essa comprovação, mas podem pedir justamente para você), seria melhor fazer o seguro. Você pode fazer um seguro até pela Internet, como a World Nomads, http://www.worldnomads.com ou em qualquer agência de turismo.

  47. Gustavo Pessôa says:

    Este posto p/carimbar o passaporte em Paris seria no próprio aeroporto? Desde já agradeço.
    ============================
    Resposta à pergunta:
    Exatamente. Mas quando o vôo tem escala prévia em outra cidade européia, você sai do Aeroporto de Paris sem precisar passar por qualquer fiscalização (dependendo do terminal). Procure um posto da imigração. (Se não achar, fazer o quê…)

  48. Marcelo says:

    Obrigado pela pronta resposta!
    Entrei em contato com a Visa. Eles me informaram q ela precisaria de algum documento legal, seja certidão de casamento ou Declaração de União Estável emitida em cartório. Como ainda não temos nenhum deles, vou providenciar um seguro a parte para ela.

  49. Fernanda says:

    Liguei no INSS e me informaram que não possuem mais convênio com alguns países, sendo que a Argentina é um deles. Qual seguro vc recomenda que eu posso contatar?
    ================================
    Resposta à pergunta:
    Difícil dizer, pois uma agência de turismo pode não oferecer todas as empresas.
    Já utilizei serviços da TravelAce, inclusive em uma ocorrência médica e o atendimento foi satisfatório.

Escreva um comentario

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Kyplex Cloud Security Seal - Click for Verification