AirComet e falências

by • 23/12/2009 • GeralComments (0)962

+
-


Print Friendly

Com a falência da AirComet, que já foi vendida à uma companhia holandesa, alguns passageiros ainda aguardam o retorno para a casa, bem nas vésperas de Natal – pois justamente no dia 22, o Governo espanhol caçou a licença de vôos da AirComet no país.

O Governo espanhol está fretando algumas aeronaves para realizar o retorno dos passageiros à América Latina (Buenos Aires, Bogota e Lima).

Isso é apenas para os passageiros em vôos recentes. Os demais, que pagaram a passagem para viajar mais tarde, não terão a mesma sorte e terão que recorrer à Justiça para reaver seus valores.

A AirComet não tem passagens comercializadas no Brasi. Hoje, dia 23, o site está desativado.

Infelizmente, ficou para muitos a falta de informação e falta de respeito ao cliente.

Obs: não confundir com a Companhia AirEuropa, que não é ligada ao Grupo Marsans (que inclui a também falida Aerolíneas Argentinas)

Outra companhia que faliu esse ano: a escocesa Flyglobespan.

Funcionando já falidas: Alitalia, Aerolíneas Argentinas, Frontier (EUA), East Star Airlines (China), SkyEurope. Essas empresas trabalham com planos de reestruturação e depois “levantam” a restrição de falência.
Outras a se atentar: Spanair, Air Berlin, Finnair, Jet2,Wizz Air, Sterling, Thomas Cook Airlines e Thomsonfly/First Choice.
Poucas companhias estão livres de falência: custos altos, mudança de preço de combustível, fatores sazonais como a gripe suina, qualquer coisa pode afetar o negócio das companhias aéreas. Muitas delas estão se unindo em um grupo só: KLM com a AirFrance, Ibéria com a Lan, United com a US Airways e Continental, e assim vai…

Pin It

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Kyplex Cloud Security Seal - Click for Verification