Portugal e Barcelona em 17 dias

by • January 1, 2015 • Europa, Geral, iniciantesComments (2)3502

+
-


Print Friendly

Lendo o artigo de Ricardo Freire no Jornal Estado de São Paulo, que respondeu à pergunta da leitora, resolvi rever o citado roteiro.

17 dias realmente não é muito para dois países. E Ricardo Freire diz bem: perde-se precioso tempo nas trocas de hotéis e transporte até a outra cidade (e nova entrada a outro hotel).
Se a leitora tivesse lido nosso artigo sobre Portugal, poderia ter uma idéia do que incluir na terrinha.
GUIA DE PORTUGAL PARTE 1: http://viagem.decaonline.com/guia-de-portugal-parte-1/
GUIA DE PORTUGAL PARTE 2: http://viagem.decaonline.com/guia-de-portugal-parte-2/
LEIA MAIS: Ainda temos os guias de LISBOA, COIMBRA, PORTO.
DICA 1: mantenha sempre a mala leve, para evitar fadiga de montagem, desmontagem e transporte, ainda que esteja a maior parte do tempo de carro.
————————————-
Mas vamos direto ao assunto e desvendar rapidamente as terras portuguesas:
O BÁSICO EM 11 DIAS EM PORTUGAL
3 dias – LISBOA (6 noites)
1 dia – SINTRA – CASCAIS (pernoite opcional, tirar de Lisboa)
1 dia – EVORA
1 dia – ÓBIDOS
1 dia – FÁTIMA, BATALHA, ALCOBAÇA
1 dia – COIMBRA (pernoite)
3 dias – PORTO (3 noites)
Menos dias: irá reduzir do Porto. Ao menos um pernoite é recomendável em Porto.
Por que Évora, Óbidos, Batalha e Alcobaça? Porque estão listados como patrimônio da humanidade pela Unesco, são fáceis de chegar e visitar.
No caso da leitora, os pernoites seriam em Cascais: aí demora um pouco mais os percursos, mas nada que prejudique o roteiro. Cascais e Sintra tem trens e ônibus frequentes, especialmente para Lisboa. E de carro, isso é ainda mais fácil.
DICA 2: para quem não quer alugar carro, pode-se fazer todo o percurso por transporte coletivo, como trem (Comboios Portugueses – CP http://cp.pt/)e ônibus. Nem todos os trajetos de trem são expressos (e não há trens de altíssima velocidade), os mais rápidos são o Alfa Pendular (apenas Lisboa, Évora, Covilha, Guarda e Porto).
Pequenos trechos, de 20km, 30km podem ser feitos de taxi. Taxistas fazem percursos maiores para outras cidades e cobram apenas o que marcar no taxímetro. Você pode ainda contratá-lo para esperar e levar a outra cidade. Se estiver em 3 pessoas, o valor dividido compensa.
O QUE PULAMOS: Tomar, Braga e Guimarães, região dos vinhos de Alentejo. As cidades citadas já oferecem uma grande gama de atrações e cansaço respectivos.
——————————————————–
ESPANHA                                                     
De carro, em Portugal, a cidade mais perto é Sevilha. São 4 horas de viagem de carro e é possível fazer o trajeto por Évora pela A6.
De lá, é possível ir a Granada (a 2h20min), visitar a famosa Alhambra (fazer reserva na internet com antecedência), outro patrimônio cultural pela Unesco.
Para não ter que cruzar a Espanha inteira de carro, o que levaria muito tempo, o melhor é 1) pegar avião até a próxima cidade; ou 2) pegar trem. O trem rápido liga Sevillha e Madri em apenas 2 horas e meia (2h30m).
DICA 3 – Facilita saber quais os trens rápidos na Espanha, pela RENFE chamados de AVE. Dentro da Espanha: Madrid – Sevilla, Madrid – Barcelona, Madrid – Huesca; Madrid – Valladolid; Madrid – Malaga; Madrid – Cuenca – Albacete; Madrid – Alicante/Alacant; Madrid – Valencia; Málaga – Barcelona; Barcelona – Sevilla; Valencia – Sevilla
Internacionais: Madrid – Barcelona – Marsella; Barcelona – París; Barcelona – Lyon; Barcelona – Toulouse
——————————————————–
Com os 6 dias restantes (por segurança, vamos contar 5 dias), compensa em concentrar em uma ou duas cidades. Há o suficiente para fazer nesses dias em Barcelona. O único “porém” seria o alto valor $$$ necessário em Barcelona.
Se o foco fosse o sul da Espanha, faltando apenas 6 dias de viagem, a sugestão seriam 2 noites em Sevilha, 1 em Granada – e ainda dá para encaixar 2 em Madri. 2 dias seriam muito pouco a Barcelona.
Se o foco fosse Barcelona, que fica no extremo leste da Espanha, a sugestão é mesmo avião. Vôos da Vueling (low cost) partem de várias cidades da Europa. Outra opção seria o trem rápido de Madri-Barcelona leva menos de 3 horas, mas os valores de bilhetes são caros. Prefira comprá-los antecipadamente pela internet (site da RENFE).
Guia de Barcelona: http://viagem.decaonline.com/barcelona-guia-de-barcelona-espanha/
——————————————————–
Nosso leitor JOÃO Carvalho nos enviou uma sugestão de roteiro, para quem tiver mais dias:

para quem conheçe portugal e espanha 17 dias é pouco ,eu faço um pequeno roteiro -começando por portugal com destino lisboa e dependendo da hora de chegada ,vamos por que alugam carro bom dois casais que conduzam e caso chegem de manhã ,sesimbra para resto do dia e pronoita ,começar viagem passando por sines ,sagres ,lagos ,portimão faro,vila real santo antonio ,mertola ,beja ,alqueva,regengos de monseraz,evora ,vila viçosa ,portalegre,marvão ,castelo branco ,seia ,guarda ,viseu ,lamego , peso da regua, vila real , chaves ,se quiserem entram em espanha e passam por santiago compostela,vigo,caminha ,viana do castelo ,ponte de lima ,braga ,guimarães,porto ,aveiro,coimbra, leiria, fatima,tomar , alcobaça ,batalha ,caldas da rainha ,peniche, tores vedras, ericeira, sintra ,cascais e lisboa., se desejarem ir por espanha como no roteiro podem seguir em vila real santo antonio para sevilha,cadiz ,marbelha,malaga ,granada ,toledo ,madrid ,zaragosa,barcelona ,volta aportugal zaragosa ,valodolid salamanca e entra em portugal ou segue para badajoz e faz o interior de portugal ,fica vosso criterio ,este intenerario é para um mes não menos
============================================================

ARTIGO ORIGINAL DE RICARDO FREIRE
Portugal e Barcelona em 17 dias
http://viagem.estadao.com.br/noticias/geral,portugal­e­barcelona­em­17­dias,1613652
Vamos em maio a Portugal, com base em Cascais, onde tenho família. Teremos 17 dias. A intenção inicial era fazer
Portugal e sul da Espanha, mas já me convenceram a ir até Barcelona. Penso em subir ao Porto, ir de avião a
Barcelona e então de trem ou carro pela Espanha. O que acha? (Claudia, São Paulo)

Costumamos imaginar, erroneamente, que Portugal e Espanha cabem inteiros numa viagem de duas semanas. O resultado tende a ser
um roteiro com ritmo de excursão, mas sem a logística azeitada de uma excursão.
É preciso entender que o dia de mudança de base sempre é um dia meio perdido, com check­out de hotel, deslocamento e check­in no
novo hotel sugando seu tempo e sua energia. Cidades como Lisboa, Madri e Barcelona requerem um mínimo de três dias (sem contar o
dia da chegada) de exploração intensa para revelar apenas suas atrações principais e mais conhecidas. Sevilha e Porto requerem dois
dias inteiros.
Com 17 dias e as paradas listadas, não vai dar para inventar muito em Portugal. Dedique quatro noites a Lisboa e três ao Porto. Então
voe a Barcelona, ficando quatro noites por lá. Voe a Granada, hospede­se por duas noites, e então alugue um carro, seguindo para
Ronda (uma noite), Pueblos Blancos (a caminho de Sevilha) e Sevilha (três noites). Devolva o carro ao chegar a Sevilha e siga de avião ou
ônibus a Lisboa.
A viagem fica mais racional e proveitosa se você escolher entre o Norte de Portugal com Barcelona ou a Andaluzia. Se for na direção sul,
fique quatro noites em Cascais para esgotar Lisboa e visitar Sintra, e então alugue um carro. Fique duas noites em Évora, tirando um dia
para passear pelo Alentejo (Monsaraz, Marvão). Cruze a fronteira em Badajoz e durma uma noite em Córdoba. Siga a Granada, passe
duas noites (para visitar com fôlego a Alhambra no segundo dia). Prossiga a Ronda (uma noite) e Pueblos Blancos, dormindo três noites
em Sevilha. Volte a Portugal pelo Algarve, programando duas noites em Tavira ou Lagos. Devolva o carro ao voltar a Lisboa.
Optando pela direção norte, fique as quatro primeiras noites em Cascais. Então alugue o carro, visite Batalha e Fátima a caminho de
Coimbra, onde você fica duas noites. Suba ao Porto, passando por Aveiro, e fique cinco noites; tire um dia para ir ao Peso da Régua
passear de barco pelo Douro vinhateiro e outro para visitar Guimarães e Braga. Devolva o carro e siga de ônibus a Santiago de
Compostela. Fique duas noites. Voe a Barcelona para quatro noites. Voe de volta a Portugal.
Share on Facebook
Pin It

Related Posts

2 Responses to Portugal e Barcelona em 17 dias

  1. joao luis says:

    para quem conheçe portugal e espanha 17 dias é pouco ,eu faço um pequeno roteiro -começando por portugal com destino lisboa e dependendo da hora de chegada ,vamos por que alugam carro bom dois casais que conduzam e caso chegem de manhã ,sesimbra para resto do dia e pronoita ,começar viagem passando por sines ,sagres ,lagos ,portimão faro,vila real santo antonio ,mertola ,beja ,alqueva,regengos de monseraz,evora ,vila viçosa ,portalegre,marvão ,castelo branco ,seia ,guarda ,viseu ,lamego , peso da regua, vila real , chaves ,se quiserem entram em espanha e passam por santiago compostela,vigo,caminha ,viana do castelo ,ponte de lima ,braga ,guimarães,porto ,aveiro,coimbra, leiria, fatima,tomar , alcobaça ,batalha ,caldas da rainha ,peniche, tores vedras, ericeira, sintra ,cascais e lisboa., se desejarem ir por espanha como no roteiro podem seguir em vila real santo antonio para sevilha,cadiz ,marbelha,malaga ,granada ,toledo ,madrid ,zaragosa,barcelona ,volta aportugal zaragosa ,valodolid salamanca e entra em portugal ou segue para badajoz e faz o interior de portugal ,fica vosso criterio ,este intenerario é para um mes não menos

Escreva um comentario

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Kyplex Cloud Security Seal - Click for Verification