Localização dos hotéis IBIS

by • 18/08/2015 • Geral, hoteisComments (0)1537

+
-


Print Friendly

São 1800 hotéis da rede Ibis. O IBIS faz parte do grupo francês Accor, que inclui o 3 estrelas Mercure, o 4 estrelas Novotel e o 5 estrelas Sofitel, além da rede MgGrand. 1500 desses 1800 ficam na Europa.
Alguns viajantes odeiam a falta de personalidade do hotel, já que todos são padronizados e bem parecidos. Mas, por outro lado, há poucas surpresas: os quartos são pequenos mas limpos, a maioria com climatização (ar condicionado). Todos tem banheiro privativo.
A rede Ibis tem uma filosofia “low cost”, ou seja, corta algumas regalias e confortos dispensáveis para reduzir as tarifas. Isso inclui serviço de quarto (não tem), quantidade de toalhas reduzidas, poucos aparelhos eletrônicos, café-da-manhã opcional.
Varia a disponibilidade de quartos com camas duplas (alguns abrem possibilidade de triplos, mas é raro), existência de frigobar e amenidades como secador de cabelo. Também podem ter ou não estacionamento, muitas vezes cobrado à parte.

EUROPA
http://www.ibis.com/hotel-directory/gb/all-ibis-hotels.htm
(preço em pesquisa de Agosto 2015, considerando-se Barato uma hospedagem de EUR40 a EUR60. Médio EUR70 a EUR100. Médio superior: EUR 110 – 130. Caro: acima de 130EUR.)

PORTUGAL
Lisboa: com vários endereços na cidade, existe um na Liberdade, perto do centro e Rossio. Mais barato, o de Saldanha fica perto do El Corte Inglês (loja de departamentos). Preço: barato.
Porto: localizado perto do centro, mas em uma subida. A cidade é conhecida pelas suas ladeiras. Prefira o Mercure Batalha. Preço: barato / médio
Coimbra: localização próxima ao centro. Preço: barato.

ESPANHA
Madrid: o Budget fica bem perto da Praça do Sol, ao centro. Mas esgota-se rápido. O de Bilbao e de Atocha ficam mais distantes do centro, mas podem ser acessados de metrô. Preços: médio (70 EUR)
Barcelona: não há um Ibis bem central, o mais próximo fica na Av. Diagonal, perto da Sagrada Família. O acesso ao restante da cidade pode ser feito de ônibus ou metrô. A região mais recomendada para a busca de hospedagem seria perto do Passeig de Gracia. Evite a região central perto do centro antigo, pois costumam ter mais furtos em hotéis. Preços: a partir de 85 EUR.
Sevilha: afastado do centro, pode ser uma opção para quem vai de carro. Há um ponto de ônibus próximo que leva cerca de 15 minutos até a estação central e um total de 30-35 minutos para o centro antigo.

FRANÇA:
Na França estão os hotéis mais antigos da Rede Accor, então leia avaliações para ver se eles foram reformados ou parecem velhos.
PARIS: A região de Paris possui cerca de 70 hotéis Ibis espalhados pela cidade. As regiões de mais fácil acesso aos turistas seria perto do Opera ou do Gare du Nord. A cidade tem boa rede de metrô, facilitando para quem ficam em hotéis mais distantes. Preço: quanto mais perto da zona central (margens do rio), mais caro é. Preços: a partir de 90 EUR na região do Opera. Não recomendamos Montmatre / Sacre Coeur a não ser que você tenha uma alma boêmia. Outra região bem procurada é St. Germain / Quartier Latin, na margem sul, região bem agradável mas cara, dificilmente encontrando-se abaixo de 130EUR (em geral acima de 200EUR). Lá fica o Mercure La Sorbonne, que tem quartos triplos.
Marselha: há um ao lado da estação central e outro no Centro Velho.

ITÁLIA
Milão: tem 3 hotéis na região central, o mais próximo é o Milano Centro, perto da estação de metrô e dos elétricos. Preço: médio.
Roma: apenas no subúrbio de Roma.

SUIÇA
Zurique: tem 4 hotéis na região central, sendo 2 a oeste do centro, perto da linha do trem, a uma estação da central. Não há IBIS no centro de Zurique. Como os preços de hospedagem em Zurique estão entre os mais altos do mundo, pode compensar a escolha de um hotel não muito central. Preço: médio, mas abaixo da média de Zurique.
Genebra: há 7 hotéis em Genebra, 3 mais centrais, como o IBIS GENEVE CENTRE GARE.

ALEMANHA
Berlim: são 9 hotéis na região central. Um Ibis novo está prestes a inaugurar ao lado da Estação Central. Até então, o mais central era o Ibis Styles Mitte. Há outros 2 na Postdamer Platz, ao sul. Outra opção seria ficar em Kurfuerstendamm, que tem boas avaliações em sites especializados, ficam em região mais comercial, com acesso ao metrô para o centro.
Frankfurt: Ibis Styles: bem no centro, mas esgota-se mais rápido. IBIS CENTRAL perto da estação central, o centro pode ser acessado a pé. Ambos hoteis da rede tem quartos triplos (se não houver no site, será necessário mandar um e-mail).
MUNIQUE: uma das cidades mais procuradas da Alemanha tem 2 Ibis na região da Estação Central, mas não tão bem localizados quanto àqueles que ficam ao sul da estação. Fácil acesso ao resto da cidade. Muitos hotéis se encontram nessa região, então é sempre bom pesquisar e comparar preços e opções de conforto.
Colônia: a cidade tem vários hotéis, embora não tantas atrações turísticas. Na região central, há hotéis perto da estação de trem. Fácil acesso ao centro a pé. Preços: médio.

HUNGRIA
Budapeste: a localização dos Ibis em Budapeste não é das melhores. O mais central, IBIS BUDAPEST CENTRUM, fica na Kalvin Ter, a sul do centro, a 10 minutos do centro via bonde elétrico (ou 17 andando). Já o City fica no metrô Blaha, na principal avenida da cidade (embora a Avenida não tenha muitos pontos turísticos, exceto nas extremidades). Eis uma cidade que vale a pena pesquisar outros estabelecimentos, pois os preços são bem competitivos. A melhor região seria perto da Vorosmarty Ter ou do Opera.

REPÚBLICA TCHECA
Praga: tem 3 hotéis na cidade, mas apenas o IBIS PRAHA OLD TOWN tem localização central, pode-se fazer o centro antigo a pé. Na mesma região, vários hotéis de outros grupos hoteleiros. Fica a algumas quadras da estação central de Trem, perto de um shopping, metrô e da estação rodoviária Florenc.
Ao sul, o IBIS PRAHA WENCESLAS SQUARE perto do metrô IP Pavlova, fica em uma região com muitos outros hotéis também. A região é mais nova, não tão agradável quanto a região do centro velho, mas pode ser boa opção para quem quer economizar. (OBS: considere o custo de transporte).

HOLANDA
Amsterdâ: o da Estação Central tem a melhor localização na cidade (embora não exatamente do lado da estação central). Contudo, os preços não costumam ser muito atrativos. Embora o Aeroporto esteja a 15-20 minutos do centro, recomenda-se ficar na região central. Ficar na região central de Amsterdã tem muitas vantagens, já que tudo está concentrado no miolo a partir da Dam Square. Hotéis na região dos Museus e Leidsegracht também é ótima opção para quem quer ficar perto de tudo.
Haia: o ibis Den Haag City Centre fica perto de uma região comercial e do centro antigo, a oito minutos de bonde elétrico da Estação Central de Trem.

BELGICA
Bruxelas: há um ibis na praça Grand Place, a região mais agradável de se ficar. O Ibis Brussels Centre St Catherine também tem boa localização, perto da região comercial e de fácil acesso ao centro velho (apenas 5 minutos andando). Pode aceitar ocupação tripla, mas não oferece essa possibilidade pelo site. Do mesmo grupo, sugere-se o Adagio Centre Monnaie, a duas quadras do Ibis St. Catherine. Preço: médio.
Bruges: um Ibis Budget (preço: barato) fica ao lado da estação de trem, chega-se ao centro caminhando por 15 minutos, ótimo para quem fica o pernoite. Se ficar mais dias na cidade, há um Ibis mais perto da zona central. Ruim é ter que levar a mala pelas ruas de paralelepípedo.

AUSTRIA
Viena: não há Ibis na região central, apenas os hotéis Mercure do grupo Accor. Nas proximidades tem o Aparthotel Adagio Vienna City. Já ibis Wien Mariahilf fica ao final da rua Mariahilf, ao lado da estação Oeste de trem. Isso garante acesso à região comercial mais importante da cidade, metrô e trem. Preço: médio
Salzburgo: O Ibis de Salzburgo fica a norte, um pouco longe da cidade. Claro que pode-se usar os diferentes meios de transporte, mas esta é uma cidade para ficar em região mais central. Existem dois Mercure, mais centrais, mas ainda um pouco afastados do centro antigo. Dependendo do preço, vale a pena ficar em locais mais centrais.

REINO UNIDO
Londres: como se pode imaginar, nenhuma hospedagem é barata em Londres. A região de St. Pancras, Estação de trem que conecta o Eurostar, pode ser uma opção. A região central (em Convent Garden) não tem opções de hotéis, o jeito é escolher algum hotel perto de metrô.
Edinburgo: há dois Ibis nas proximidades da Estação central, fácil acesso à cidade. A algumas quadras a norte, há um ibis Styles Edinburgh Centre St Andrew Square. Preço: Caro.

AMÉRICA DO SUL
Há Ibis em regiões bem localizadas em São Paulo, Rio de Janeiro, Santiago do Chile e Buenos Aires. Os preços costumam ser competitivos, mas cobram mais alto para serviços não inclusos (café-da-manhã, por exemplo).
Nos Estados Unidos não há Ibis, apenas hotéis categoria superior como Sofitel e Novotel.

ÁSIA
Em Tóquio, há um Ibis em Shinjuku.
Em Hong Kong, o Ibis fica no lado sul, no bairro comercial de Sheung Wan. Acesso pelo elétrico, MTR e Balsa. Para quem vem do aeroporto, basta pegar o expresso MTR

Pin It

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Kyplex Cloud Security Seal - Click for Verification