Brexit e o impacto no turismo

by • June 26, 2016 • Europa, GeralComments (0)676

+
-


Print Friendly

A saída do Reino Unido da União Européia ainda tem futuro incerto. E o mercado do turismo odeia incertezas.

BREXIT
Cerca de 52% da população do Reino Unido (que engloba Escócia, Wales, Inglaterra – que foram a Grã-Bretanha, além da Irlanda do Norte) escolheram sair da Europa.
Não se trata apenas de efeitos econômicos, mas, principalmente, políticos.
A União Européia foi formada para unificar algumas normas diplomáticas, utilizar um sistema de pagamentos comum (especialmente com a moeda própria, o Euro), facilitar o trânsito de mercadorias e pessoas entre os países. A sede da UE fica em Bruxelas, palco de recentes ataques terroristas. Talvez os ataques terroristas tenham colocado em cheque o livre trânsito de pessoas – especialmente quanto à entrada de imigrantes, que é algo bastante sensível ao Reino Unido, por ser uma ilha.
Não que o Reino Unido não possa se manter estável economicamente fora da União Européia, mas houve uma série de quebra de paradigmas.
Os conceitos que foram definidos a partir da Segunda Guerra, como o fortalecimento de uma comunidade com anseios econômicos, políticos e diplomáticos comuns caiu por terra agora. E, em meio a uma crise econômica mundial, com vários países da Europa em recessão, não parecia a hora certa para essa decisão.
Todos observaram a crise da Grécia e a ajuda internacional (da própria Europa) para tentar salvar a economia grega, muito embora essa ajuda veio com severas imposições da Comunidade, que tenta frear a autonomia de muitos países menores. Isso agravou as relações entre os países da União Européia, situação que não agrada em nada o Reino Unido.

VOTAÇÃO:
O resultado apertado de 51,9% cotra 48,1% mostrou um Reino Unido dividido. O lado norte, da Escócia, votou pela permanência. No lado da Inglaterra, Londres era majoritariamente (60%) a favor da permanência, assim como os grandes centros urbanos, mas o restante do país, especialmente a área rural, foi contra.
Em faixa etária, os mais jovens achavam que o Reino Unido permanecendo na União Européia traria mais benefícios culturais e de trabalho. Mas a população mais idosa votou pela saída.

EFEITOS NO TURISMO NO REINO UNIDO:
A curto prazo, há sugestões de visitar o Reino Unido agora. Porque a notícia da aprovação do Brexit baixou o valor da libra esterlina, moeda da Grão-Bretanha, em 10%.
Outras questões burocráticas, como entrada pela União Européia para o Reino Unido, permanecem inalterados, até que novas normas sejam definidas entre eles. Isso quer dizer que não há efeitos ao turista que visitar o Reino Unidos nas próximas semanas.
É claro que, se houver a definição de vistos ou outro documento para entrada via Europa, teremos efeitos aqui aos brasileiros também. Isso porque, por enquanto, podemos entrar no Reino Unido sem visto, em razão do tratado de Schengen, válido para a União Européia.
Se o Reino Unido não mais utilizar o tratado de Schengen, teremos que obter vistos ou passar por controles de entrada mais rígidos nos aeroportos (que antes acontecia apenas no primeiro ponto de entrada da Europa).
A maioria dos visitantes (mais de 60%) do Reino Unido são provenientes da Europa. Se esse número alterar, poderíamos ter alterações de preços no turismo. Primeiro, uma possível queda. A longo prazo, uma estagnação de valores.
Porém, para nós brasileiros, ficará mais caro a passagem aérea e os sistemas de transporte entre Europa e UK (como o trem rápido Eurail). A única companhia que opera diretamente a Londres é a British Airways. A maioria das companhias fazem escalas em pontos da Europa, como Madri, Paris ou Amsterdã.

EFEITOS NO TURISMO DE OUTROS PAÍSES:
É ainda muito cedo para fazer qualquer prognóstico, já que pouco foi definido entre os países.
Nesse caso, as dúvidas maiores recairão nos países com maior número de visitantes do Reino Unido, como a Irlanda ou Malta. A Irlanda tem 61% dos visitantes vindos do Reino Unido, que são ilhas vizinhas. A saída poderá implicar no enfraquecimento da Libra, aumento dos custos de transporte aéreo, declínio de turismo no Reino Unido. Um estudo pelo Instituto de Turismo irlandês previa que não haveria fortes alterações nas relações entre os dois países, mas preferiria que o Reino Unido mantivesse na União Européia. Agora que o resultado foi outro, há uma certa apreensão no futuro do Reino Unido e da Europa, o que afeta diretamente países pequenos como a Irlanda, que contam com os recursos provenientes do turismo.

BRASIL
Esperamos que esse impasse diplomático seja logo resolvido e que o Brasil mantenha boas relações com o Reino Unido. Também espera-se que não haja muitas alterações no transporte e nos controles de fronteiras. Muitos brasileiros já chegaram a visitar Paris e depois ir diretamente até Londres por trem de alta velocidade (em apenas 2 horas chega-se à capital), o que pode ficar mais complicado (e caro) com o Brexit.
Quanto à Europa, os brasileiros ainda preferem Portugal e Espanha.
Só para Nova York (EUA) vão cerca de 926 mil visitantes por ano (apenas os Reino Unido e o Canadá enviam mais turistas à cidade, 1,192 milhão e 1,072 milhão de turistas); em Miami, em 2015 foram 582 mil brasileiros; na França, principal destino europeu, são cerca de 600 mil por ano. No Reino Unido foram 324 mil brasileiros em 2015. (Dados da Folha de São Paulo)
———————————

LEIA MAIS – EFEITOS NA IRLANDA:
* Estudo de Fevereiro de 2016 pela ITIC, instituto de Turismo da Irlanda.

http://www.itic.ie/wp-content/uploads/2016/03/Brexit-Implications-for-Irish-Tourism_Feb2016.pdf

* RTE Irlanda – http://www.rte.ie/news/business/2016/0624/797994-tourism-brexit/
* https://business.aib.ie/blog/2016/06/brexit-and-the-irish-tourism-sector
* http://www.breakingnews.ie/ireland/live-what-brexit-means-for-ireland-741555.html
============================================================================
LEIA MAIS
* Estudo da Consultoria do Deloitte e Abta – https://www.instituteofhospitality.org/Publications/Insight_e-newsletter/2016_News/april/abta_deloitte_report
* NBC – efeitos no turismo

http://www.nbcnews.com/storyline/brexit-referendum/brexit-fallout-what-now-travel-tourism-united-kingdom-n599006

* BBC – razões da BREXIT

http://www.bbc.com/news/uk-politics-eu-referendum-36574526

* TELEGRAPH – UK – 3 motivos para deixar a Europa

http://www.telegraph.co.uk/finance/comment/11968813/Three-reasons-why-Britain-needs-Brexit.html

* TELEGRAPH – efeitos aos turistas britânicos a curto prazo

http://www.telegraph.co.uk/travel/comment/what-would-brexit-mean-for-travellers/

* VOX – Argumentos favoráveis ao Brexit

http://www.vox.com/2016/6/22/11992106/brexit-arguments

* DAILY MAIL: o que o Brexit afeta os próprios viajantes britânicos

http://www.dailymail.co.uk/travel/travel_news/article-3490062/Brexit-disaster-tourism-warn-leading-travel-industry-firms-Abta-produces-report-ahead-June-referendum.html

Share on Facebook
Pin It

Related Posts

Escreva um comentario

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Kyplex Cloud Security Seal - Click for Verification